Formulário de Consulta

CÓDIGO SENHA

PEQUENOS NEGÓCIOS IMPULSIONAM CRIAÇÃO DE MAIS DE 1,3 MIL EMPRESAS EM OITO MESES

15/02/2021

No período em que a pandemia do novo coronavírus trouxe sérios impactos negativos à economia, a abertura de empresas, em Birigui, foi um dos principais indicadores positivos. Entre janeiro e agosto de 2020, o saldo ficou em 1.332 unidades, resultado da diferença 1.409 novos negócios e fechamento de apenas 77. Os dados, obtidos junto ao Ministério da Economia, estão publicados no livro “Impacto da Pandemia na Economia da Cidade de Birigui”, que acaba de ser lançado pelo economista Marco Aurélio Barbosa, especialista em economia regional.

O bom resultado, de acordo com o professor universitário, foi puxado, ligeiramente, pelas microempresas, cuja representatividade chega a 95,74% do que foi aberto naquele intervalo de tempo, com 1.349 unidades. Na segunda posição, estão as empresas de pequeno porte com 36 postos (2,56% do total) e, na terceira posição, os demais negócios com 24 unidades – o equivalente a 1,7%.

O estudo mostra que o período no processo de abertura ocorreu nos meses de abril e maio, justamente período mais crítico da crise econômica de 2020. No quarto mês do ano passado, foram 81 e no quinto, 130. Em compensação, janeiro (201), fevereiro (187) e março (204). A retomada aconteceu em junho, quando foram criadas 194, repetindo-se esse número no mês seguinte. Em agosto, foram abertas 218.

SETORES

Na obra, Barbosa explica que o aumento da participação das microempresas é decorrência da ampliação da instalação de MEIs (Microempreendedores Individuais) entre janeiro e agosto, com 1.117 empresas, correspondendo a 79,28% do total de aberturas no ano. O economista ainda ressalta, em seu trabalho, o que define como “expressiva participação” do empresário individual na estrutura produtiva local. Ao todo, há 7.795 MEIs em Birigui, respondendo por 53,16% do empresariado.

Dos setores produtivos instalados na cidade ao longo de 2020, Barbosa destaca a diversificação dos segmentos econômicos. Nas cinco primeiras posições, estão os setores do comércio, com 448 empreendimentos, seguido pela indústria de transformação, com 231 empresas; construção, com 140 unidades e alojamentos e alimentação e atividades profissionais, científicas e técnicas com 109 e 105 novos negócios, respectivamente.

Quanto à localização das empresas por bairros, os destaques em 2020 foram o Centro, com 161 empresas; Residencial Monte Líbano, com 59 unidades; Quemil, com 47; Jardim São Braz, com 44 unidades e o Núcleo Habitacional Thereza Maria Barbieri com 35 novos empreendimentos.

Fonte: O Liberal



<< Voltar

Avenida Governador Pedro de Toledo, 262 - Centro
Birigui/SP
CEP: 16200-045
Telefone: (18) 3649-4222
Whatsapp: (18) 99147-6469
Logotipo Facebook Logotipo Instagram Logotipo Whatsapp
Logotipo da Sophus Tecnologia