Formulário de Consulta

CÓDIGO SENHA

Gestão de pessoas reduz rotatividade e alinha funcionários às diretrizes da empresa

04/09/2019

Contar com uma equipe de funcionários qualificada e engajada é imprescindível para o bom funcionamento de qualquer empresa. Basta ver que as percepções dos clientes sobre o estabelecimento dependem bastante da forma que o atendimento é realizado, o que requer que a empresa providencie orientação e, em alguma medida, treinamento para cumprimento satisfatório das tarefas.

As pequenas e médias empresas que buscam aumentar o faturamento e a produtividade, portanto, não podem negligenciar a gestão de pessoas. Essa atividade, quando bem conduzida, contribui para elevar o desempenho do quadro funcional e reter bons empregados, além de melhorar a competitividade do estabelecimento.

Por isso, é importante que pequenos negócios não limitem a relação com os trabalhadores à contratação e ao pagamento de salários. Selecionar de acordo com os objetivos da empresa, providenciar treinamentos e incentivar os funcionários são ações que integram a gestão do quadro funcional.

A empresa de produção de cimentos e derivados InterCement faz uso da gestão de pessoas para contratar empregados de acordo com suas diretrizes. “Além das especificações necessárias – como experiência anterior, formação e capacidades técnicas –, procuramos profissionais comprometidos com o negócio, resilientes, com vontade de aprender e que possam se adaptar rapidamente às mudanças de mercado”, comenta a coordenadora de desenvolvimento organizacional, Ayumi Haguihara.

Segundo ela, a empresa abre espaço para mudanças internas de postos de trabalho e atua como uma política de promoções de cargo, o que contribui para contar com profissionais que fazem carreira no negócio. Uma ação estratégica é aproximar os líderes da gestão de pessoas.

“As pessoas se movimentam de acordo com o ritmo e a direção mobilizados pelas lideranças. Dessa forma, como, quando e se atingiremos objetivos e metas dependem basicamente de como fluirá o conjunto de ações de gestão de pessoas promovidas por esses líderes. Então, entendemos que fomentar o diálogo e a reflexão constante na liderança é parte fundamental de qualquer processo estratégico e de mudança que a empresa se propõe a realizar”, explica Ayumi.

De acordo com a assessoria técnica da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), ações como as feitas pela InterCement contribuem para reduzir a rotatividade nos pequenos e médios negócios. Quando elevada, a rotatividade prejudica a fidelização de clientes e a execução de projetos em andamento.

De qualquer forma, ainda que não conte com um departamento de recursos humanos, é importante que os estabelecimentos tomem iniciativas – mesmo que fique sob a responsabilidade do empreendedor – de orientar, ensinar e saber escolher os funcionários. Em geral, para que o planejamento da empresa seja bem conduzido, os empregados precisam estar cientes e alinhados com os rumos do negócio.

Na prática de gestão de pessoas, é possível instruir vendedores sobre como realizar diferentes tipos de atendimentos, promover cursos, acompanhar a capacitação dos funcionários, impor metas factíveis, coordenar transições de lideranças, entre outras ações.

Fonte: FecomercioSP



<< Voltar

Avenida Governador Pedro de Toledo, 262 - Centro
Birigui/SP
CEP: 16200-045
Telefone: (18) 3649-4222
FACEBOOK ACIB
DESENVOLVIDO POR SOPHUS TECNOLOGIA